Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The book of stories

Um blogue que é o meu reflexo, e onde, as pequenas e grandes histórias têm lugar

The book of stories

Um blogue que é o meu reflexo, e onde, as pequenas e grandes histórias têm lugar

Qui | 28.06.18

Uma Princesa de quatro patas

Elisabete Pereira

IMG_20180627_202334.jpg

 

Á poucos meses perdi o meu último gato, o Biscoito (podem ler sobre isso aqui: https://thebookofstories.blogs.sapo.pt/ao-meu-biscoito-4045 ), nessa altura a minha família decidiu que não teríamos mais gatos (porque em menos de três anos perdemos quatro gatos, e custa-nos bastante cada perda de um amigo de quatro patas). No entanto, antes do Biscoito morrer, ele arranjou uma "amiguinha", a "Princesa", que é a gata de uma vizinha e que era quase da mesma idade dele, eles andavam sempre juntos, e por isso ela começou a vir várias vezes ao nosso quintal, curiosamente quando o meu bichinho morreu ela estava ao lado dele a miar muito. A partir daí, ela foi aparecendo cada vez mais por cá, sempre a miar bastante, como se estivesse a chamar o meu Biscoito para irem brincar, e como a vizinha hoje em dia passa mais tempo em casa da filha do que na sua própria casa, devido á sua idade avançada, ela acabou por ir fazendo aos poucos, companhia á minha mãe quando esta estava nas suas lides no quintal, a minha mãe foi-se apegando á gata, e por vezes dava-lhe da ração para gatos que ainda tinhamos, outras vezes dava-lhes espinhas de peixe, e ela foi aparecendo com mais frequência, eu própria fiquei apegada á gata, de inicio ela era um bocadinho desconfiada da minha presença, o que é normal, pois eu estava poucas vezes em casa, foi durante as minhas férias que ela se aproximou de mim, e hoje em dia, basta eu chamar por ela, que em dois tempos está ao pé de mim, ela é super meiguinha. Entretanto ela deu á luz, e tempos mais tarde, vi que um dos gatinhos era parecido com o Biscoito, será filho dele? Não se sabe, até porque por aqui há bastantes gatos, e na altura em que as gatas estão no cio, até parece que saem gatos debaixo de pedras e tudo. Nenhum animal substitui outro, mas ajuda a amaciar a saudade e aquece-nos o coração. 

artflow_201806281123.png