Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The book of stories

Um blogue que é o meu reflexo, e onde, as pequenas e grandes histórias têm lugar

The book of stories

Um blogue que é o meu reflexo, e onde, as pequenas e grandes histórias têm lugar

Sab | 16.03.19

Quem quer namorar e casar com um coisinho que é meu filho, enquanto andamos no carro do amor todos nús?

Elisabete Pereira

emoji_default_g_557_girl8_47c68e70_bd81_497e_8e27_

Pois é, parece que ultimamente o amor está em alta na televisão, isto é uma catrefadas de reality sh...experiências sociais, queria eu dizer, relacionadas com encontros, casamentos namoros, cafunés no ego, etc... Fica no ar a ideia de que as televisões se preocupam com os relacionamentos e as pessoas que se sentem sós e que têm dificuldade em encontrar um parceiro, mas não, a verdade é que descobriram ali uma mina de ouro de audiência, que duvido que nos próximos tempos este formato seja abandonado. A verdade é que estou surpreendida com a "originalidade" de títulos que têm infectado a televisão cá no nosso pequeno país, sempre conseguem descer mais fundo...esta semana dois desses programas chamaram a atenção pela negativa, devido ao facto de perpetuarem um estereótipo de submissão feminina (e outras coisas menos abonatório ao sexo feminino), eu não acho assim tão ruim, até porque não vejo televisão (felizmente o aparelho de tdt avariou, e em vez de dar uns 30 euros por um novo, optei por comprar dois livros e ainda sobrou dinheiro), logo aí é um bónus, mas o que me deixa indignada, é que os títulos são enganadores, por exemplo, um dos programas devia se chamar "Quem quer ser ama seca e criada do meu filho, para que este me desampare a loja" e o outro devia ser "Quem quer namorar com um tipo que faz de conta que é agricultor?", pelos vistos as revistas cor - de - rosa descobriram que pelo menos alguns dos "agricultores" não são meeeesmo agricultores (quem diria?). Há quem defenda que estes programas deveriam ser proibidos, mas, estamos num país livre, e isso iria parecer censura, o lado negro da Democracia é mesmo isso, até os idiotas têm direito a ter voz, mas isso não quer dizer que todos tenham de lhes dar ouvidos. Os programas são maus? Não sei, não vejo de todo, embora tenha visto uns vídeos curtos na internet sobre os programas, e...eh pah aquilo é mauzinho, num minuto dá para ver o funcionamento da coisa,e honestamente, não tenho vontade de ver mais...Mas vamos a ser sinceros, as moças não vão lá na inocência, algumas são novas mas já têm a escola toda, querem é fama, e com alguma sorte, algum forrobodó e é só. Já agora, parece que este fim de semana vai começar um novo programa com pessoas nuas, pronto, agora pensem e tirem as vossas conclusões. 

 

"O conteúdo desse pasquim, serve para estrumar o meu jardim." Rita Skeeter, em Harry Potter e a ordem da fénix.