Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The book of stories

The book of stories

Sab | 06.04.19

Os 30 já cá cantam, e até agora não está a ser tão ruim...

Elisabete Pereira

marina-lima-683038-unsplash.jpg

 

Bem, finalmente posso dizer que sou uma solteirona (pelo menos segundo o livro "amores de uma solteirona" de Lilian Bell, em que a personagem começa a narrativa na antecâmara dos 30...e solteira, como eu). Cheguei ao número redondo dos 30, a sensação é a de estar próxima de um abismo e espreitar lá para dentro, mas a única coisa que vês é escuridão...ok, estou a ser um pouco dramática e exagerada, mas se pensar bem, uma boa parte da minha vida já passou (e provavelmente a melhor parte, principalmente na parte das maleitas), e por isso começo a ser mais introspectiva, a pensar que a partir daqui é sempre a descer....pronto, está bem, é verdade que nem tudo é mau, mas, já não temos 18 anos e não somos tão inocentes, e supostamente deveriamos actualmente saber o que queremos da vida, mas o facto é que aínda não sei quem sou, nem sei o que quero fazer da vida, ainda me sinto tão perdida como quando tinha 18 anos, todos os planos que eu tinha naquela época esfumaram-se, e por isso, prefiro hoje em dia não planear tanto. 

Verdade seja dita, já passou uma semana da data fatídica, e até agora as coisas não foram muito más, e por isso, para fugir um pouco a esta aura depressiva em que me tenho sentido, decidi criar uma lista de coisas que gostaria de fazer até aos 40, é apenas um exercício de imaginação tornado em cápsula do tempo, para ser lido por mim daqui a 10 anos (giro, era quando chegasse aos 40 ler este post e rir com os disparates que escrevi hoje, e ver o quanto as coisas bateram ao lado, claro que, se até lá o blogue ainda se mantiver de pé):

- Primeiro, caso, e sublinho a palavra "caso", eu alguma vez me casar e a ter filhos, espero que seja até ao máximo, 37-38 anos, não tenho nada contra quem case e tenha filhos mais tarde, mas não me vejo a ser uma mãe tardia, e se não acontecer até mais ou menos a idade em que referi acima, não irá acontecer de todo;

- Se não tiver filhos, quero ter pelo menos 3 gatos;

- Quero ter uma casa ao pé da praia (ou apartamento);

- Quero viajar, e conhecer outros países;

- Quero conseguir ter algum sucesso literário, melhor aínda era conseguir viver da escrita;

- Quero conseguir fazer finalmente uma licenciatura;

- Quero poder levantar-me todos os dias e pensar que faço o que gosto;

- Quero que este blogue ao fim destes anos todos continue sobre rodas, e que ainda me satisfaça escrever aqui;

- Quero manter-me com boa saúde, olhar para o espelho e gostar do meu reflexo;

Pronto, acho que não é pedir muito ao meu eu do futuro, por isso esforça-te miuda, estou a contar contigo!!

4 comentários

Comentar post