Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Devo a minha adolescência a Harry Potter

por Elisabete Pereira, em 10.02.18

artflow_201803062013.png

 

O titulo pode parecer exagerado, mas para mim é bastante verdadeiro para mim, as aventuras do jovem feiticeiro criado por J.K.Rowling acompanhou-me desde os meus 10-11 anos. Tudo começou quando a biblioteca da minha escola renovou (finalmente) o stock de livros que se podiam requisitar e levar para ler, lembro perfeitamente do aspecto novo em folha daqueles livros, na altura, eu e a Cristiana (a minha melhor amiga daquela altura e que também adorava ler) vimos dois exemplares de "Harry Potter e a pedra filosofal", nós ficamos fascinadas pelo título, ainda não se falava do filme nem nada, por isso aquele universo ainda era desconhecido para nós, mas decidimos cada uma levar um exemplar e ver se o livro era bom...e era fantástico, lemos o livro num instante, e fomos as duas a correr para requisitar o livro seguinte, mas havia apenas um exemplar de "Harry Potter e a câmara dos segredos", por isso corremos até á biblioteca,  mas a minha amiga era maior e mais rápida do que eu, e ganhou-me (maldita seja!!!), não tive outro remédio que requisitar o terceiro livro da saga, até gostei do livro, mas como ainda não tinha lido o segundo livro, senti-me meia perdida em algumas partes que faziam referência ao livro anterior, mas isso não fez com que eu perdesse o fascinio pela saga, bem pelo contrário, no Natal seguinte já tinha em mãos os três primeiros livros, só não tive o quarto pois havia esgotado (a Cristiana só tinha comprado nessa altura o terceiro livro, toma, toma!!!), a partir daí todos os anos no Natal tinha um livro novo.

Lembro de na altura quando eu e a minha amiga trocávamos impressões sobre o livro, houve uma palavra que ela leu por engano e que ainda hoje me faz dar gargalhadas sempre que lembro disso, o termo era "cepa-torta" ( que é quando um filho de feiticeiros não tem poderes magicos, ou seja, é um "muggle"), a minha amiga por engano leu "vaca-torta"!!

Lembro também de como conseguimos convencer a nossa professora de Inglês do 7 ano a irmos ver ao cinema o primeiro filme de Harry Potter, a professora gostou tanto da ideia que a partilhou com outros professores, e assim todas as turmas de 7 ano da nossa escola foram ver o filme ao cinema.

Confesso que tive uma queda por Daniel Radcliffe ( que fazia a personagem de Harry Potter), mas também por Tom Felton (que fazia o personagem de Draco Malfoy), e tudo o que saísse sobre eles nas revistas adolescentes da época, eu fazia coleção, ainda hoje guardo o dossiê com as paginas que eu destacava das revistas. Também nessa época eu procurava estar actualizada sobre as novidades e os spoilers dos livros ou dos filmes,  e por isso guardei outro dossiê com coisas que tirava da internet relacionado com Harry Potter (spoilers, teorias, noticias, etc), enfim a minha vida adolescente girava muito á volta de Harry Potter, de tal modo que comecei a escrever algumas fanfics, nomeadamente uma sobre os fundadores de Hogwarts, em que eu escrevi sobre como eles tiveram a ideia de criar Hogwarts, ( já nem lembro bem como, nem lembro da história direito) inventei, inclusive uma personagem, o nome dela era Samantha Lewis, ela era descendente de Ravenclaw, e andava obviamente na equipa dos Ravenclaw, ela era do mesmo ano que a Luna Lovegood e a Ginny Weasley, enfim criei algumas aventuras sobre esta personagem criada por mim, que acabaram no vale do esquecimento que é o caixote do lixo.

No entanto, a verdade é que hoje em dia as coisas esmoreceram um pouco, não sei se foi por me ter tornado uma adulta, ou se foi o sétimo livro que me fez desiludir um pouco, inclino-me mais para a segunda hipótese, até porque só li o livro duas vezes desde que o comprei ( já o comprei á mais de dez anos), não gostei muito do final, a sério (vou dar spoiler), o Harry fica com a Ginny Weasly?? Para mim aquele final foi um pouco sem sal e nada a ver, mas entendo que a autora tenha sentido a pressão dos fans e criou aquele afinal, porque eu não acredito que fosse a ideia original, tudo levava a crer que ele iria morrer (pelo menos é a minha opinião).
Mas pronto, isso não mancha o carinho que eu tenho pela série de Harry Potter, nem pela autora, que eu acho que deve ser uma pessoa incrível , e que nos deu tanto, eu lembro que quando acabei de ler o primeiro livro, ainda eu era criança, e eu pensei "esta adulta tem uma imaginação incrível ", eu acreditava até ai que os adultos não tinham imaginacão ( ainda hoje acredito que há muitos adultos que não tem imaginação). Por isso, obrigado J.K.Rowling por ter colorido a minha adolescência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D