Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The book of stories

Um blogue que é o meu reflexo, e onde, as pequenas e grandes histórias têm lugar

The book of stories

Um blogue que é o meu reflexo, e onde, as pequenas e grandes histórias têm lugar

Qui | 21.06.18

Aquele momento em que o nosso organismo nos pede para abrandar

Elisabete Pereira

rawpixel-559742-unsplash.jpg

 

Nos últimos tempos, por vários motivos tenho andado um pouco a mil á hora, e eu por vezes, confesso, sou um pouco desleixada com a minha saúde, (esqueço-me de que quando era miúda andava constantemente doente, e que a minha saude hoje em dia está bem, mas que preciso de ter um certo cuidado, porque volta e meia fico novamente doente) e na minha cabeça pequenina, penso que o que quer que seja, que passa num instante, ou basta tomar um anti-inflamatório que logo desaparece...mas não é bem assim, e a provar isso, foi o que me aconteceu estes dias, em que comecei a sentir vertigens, náuseas, dor de cabeça, etc...e já não é a primeira vez que me acontece, mas das outras vezes deixei andar, e desta vez como os sintomas não desapareciam com anti-inflamatórios , decidi ir ao médico para saber o que é que se passava comigo. O diagnóstico não foi conclusivo, sei apenas que isto é um sindrome vertiginoso, mas isso é muito vago, podem ser várias coisas, mas para já o medico mandou-me tomar medicação para ver se os sintomas melhoram e descansar bastante, portanto neste momento estou a "sopas e descanso". Agora, quer queira ou não, vou ter que abrandar o ritmo, porque o corpo assim o pede.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.